terça-feira, novembro 21, 2006

Apollinaire

16 comentários:

.*.Magia.*. disse...

Bandida...

Não pesco niente de Francês!

Logo...apenas posso elogiar a grafismo da imagem...

Interessante!

Cheers

Anónimo disse...

questionando "o olhar sobre o mundo"


um abraço

Anónimo disse...

o movimento cubista é que questionou. :)

merdinhas disse...

Comme on imagine les anges et non comme sont les reflets dans ce miroir

Teresa Durães disse...

eu nasci na época em que aprender francês era demodé....

bah...


boa noite

Pilantra disse...

Última Hora:

Tens um inquérito de polícia para responder no meu blog!

brrreee wooooooo

Anónimo disse...

Baudelaire.

:)*

Anónimo disse...

de facto, é complicado em francês...mas a ideia está gira
bjs ternos

A. disse...

Et tu bois cet alcool brûlant comme ta vie
Ta vie que tu bois comme une eau-de-vie...



Apollinaire

Su disse...

imagine....
jocas maradas sem reflexos

Anónimo disse...

A imagen que temos de nós que quase nunca é igual á que o espelho nos devolve.

pintoribeiro disse...

Passo, sorry. Bom dia, abraço,

aqui-há-gato disse...

Olha que ele foi preso...
E tu bandida?



Miau do gato

mfc disse...

Os espelhos aprisionam-nos a alma!

Plum disse...

os reflexos são enganadores!abraços!*

holeart disse...

e os caligramas?