quinta-feira, setembro 04, 2008










disseste que a seguir ao semáforo havia um degrau na silhueta da realidade.

foi no intervalo que acordei.






















35 comentários:

Ana Paula disse...

Magnífico contraste! :)

Tango, drama, tragédia, Vida!

Um bj

jorge vicente disse...

eu nunca acordei.

fui sempre silhueta dos lençóis.

um abraço grande
jorge

firmina12 disse...

muito intenso

Graça Pires disse...

Acordar. Rever a realidade com todas as mágoas que o tempo interiorizou...
Belo.
Um beijo.

pn disse...

i.
continuo constante à minha ideia: o intervalo é para descansar.

ii.
nunca te fies no ouvir dizer, pois arriscas-te a que o degrau só surja no vermelho e/ou na silhueta da sugestão...

iii.
porém, essa vampira do canavial em autosufocação bem merecia uma ajudinha.
não no pescoço, de palor sombrio e cálice richelieu rendilhado, apenas no bordeaux labial (ou labiado?)

na partilha do uivo...
p.

casa de passe disse...

E nós, gostámos imenso. Foi muito bom!

(Nini, Loulou, Alice, Avô, João e Lisette - amiga da Nini - )

maria josé quintela disse...

é melhor acreditar no intermitente amarelo


e tactear os degraus sem acordar...



beijo.

Arion disse...

Por isso é que no metro de Londres há uma gravação com um senhor a dizer MIND THE STEP! ;) Beijos!

hfm disse...

acordaste para além da realidade!

Narcisa disse...

Estarei no lançamento. Preferia estar sentada na mesa.

Noutra oportunidade.

:)

Um beijo

Haddock disse...

só podia acabar assim: degolada...
é que os semáforos não são insignificantes pontos de referência, mas verdadeiras forças vivas dos mais clássicos diálogos literários...

Art&Tal disse...

tudo

com o sangue em catarata

isabel victor disse...

Uivo poético
diladerante


en.cantatório(como tem que ser ...)


"Se o teu canto é bonito,

Cuida que não seja um grito."

(Hilda Hilst, Bufólicas - 1992)


__________


canta.encanta * senhora dos milagres !



iv

Lauro António disse...

Excelente Tango, e excelente psot. Adoro o retrao a preto lá em cima. De quem é? Adoro o poema de Hilst, publicado pela adorável iv. "Se o teu canto é bonito,Cuida que não seja um grito." Beijos às quatro.

Presença disse...

Intervalar a caminho
.
.
.
na viragem

bjo

manhã disse...

esta versão da roxanne é fantástica, melancólica, triste!

intruso disse...

tango, ao subir a realidade.

:)

beijo

Arion disse...

Quem bateu com os cornos no degrau fui eu, com as pressas. MIND THE GAP, claro... ;)

Anónimo disse...

Encontros e desencontros...

beijinho

Lis

Mar Arável disse...

Não deviam existir semáforos

quando se dança o tango

heretico disse...

pois é. os factos são teimosos! tropeçar na realidade doi mas faz crescer rsss

beijos

heretico disse...

pois é. os factos são teimosos! tropeçar na realidade doi mas faz crescer rsss

beijos

pinky disse...

olháaaaa uma senhoira indiana hihihi...
belas escolhas, palavras, imagens, e musica a rematar, parfait! afinal afinal a bandida até tem graça ;)

Frioleiras disse...

excelente...........
vermelho e negro........


lindíssimo todo o post...

MRF disse...

Esta música fez-me esquecer o semáforo. Estampei-me!

Parabéns pela «Apoplexia da Ideia». Se me der uma coisinha apareço no Chiado.

Beijo grande

isabel mendes ferreira disse...

eu acordei só agora. vim de longe. de muito longe. como na canção.

a propósito vais ao lançamento do livro da Maria Q.?

.


beijo bandido.

Luís Galego disse...

as palavras que nos confundem, as palavras que nos provam que é bom atravessar esta avenida... mas se o semáforo estiver vermelho,o que faço, bandida?

as velas ardem ate ao fim disse...

Continuo a dormir.descansadamente.

um bjo B

Anónimo disse...

lá estarei, dia 26, para (te) pedir um autógrafo
OF (a coleccionadora)

lisse disse...

Gosto do genuíno e perturbador uivo de loba...
De vez em quando, desce ao povoado, mas vive nas serranias a guardar e lutar pela sua liberdade...
Parabéns pelo blog que sempre visito e pelo lançamento que tardava. Vou ter pena de não poder estar mas vou seguir e ler atentamente.
beijo

PiresF disse...

Dizeres que nos fazem pensar e que até compreendemos.

Excelente!

Abraço.

PiresF disse...

PS: Andam por aí denunciantes. Será que o semáforo esverdeou para a divulgação?

isabel mendes ferreira disse...

atenção: luz verde.
é pra avançar....


:)


claro? claríssimo!

isabel mendes ferreira disse...

e não. não sei.



nem do azul nem das ondas nem de vozes. nem de sombras.


não sei mesmo.


e não quero saber!



.


falta-me um olhar para saber onde pára o mapa da hipocrisia.

.

mas fico apopletica com a ideia de te ler em letras de imprensa!!!!!

.

yes.

jajajajajajajajajajajajaja com beijo.

João Ventura disse...

Mais do que um canto, talvez um uivo cantado! As coisas que descubro vagueando sem mapa com a alcateia. Obrigado por Roxane!