sábado, maio 30, 2009


































na tarde de 7 de Maio na Livraria Bertrand da Avenida de Roma, onde a Cristina Piedade traçou a estrada entre a poesia, a prosa e as cerejas.

5 comentários:

Tchi disse...

Tudo acontece ao Sul.

Há dias em que o Norte também se põe, assim, na rota «entre a poesia, a prosa e as cerejas»

Fantásticos sorrisos.

Beijinhos.

Frioleiras disse...

sou de infância de cerejas........

beijos, querida Bandida.................................................

as velas ardem ate ao fim disse...

Deve ter sido fantastico.

Bjo B

Haddock disse...

estivéssemos lá (atrás de uma qualquer estante, ainda que dedicada ao esoterismo) e sopraríamos, discreta e espaçadamente, caraços de cereja ao olho esquerdo da empáfia do poeta alegre, cujas quadrinhas "aqui" resvalaram numa traiçoeira prosa feita febre capaz "levar", numa espécie de fogo fátuo, pedro, henrique e joão.


já pepetela deve, quanto a nós - modestíssimos ignorantes - continuar o rumo Maior da prosa! isto apesar de nunca termos tido ... de o ler. falha que corrigiremos em breve.


de qualquer modo, parece que esta coisa dos livros anda a tornar-se cada vez mais divertida, especialmente quando há beberete!!

[A] disse...

'a poesia, a prosa e as cerejas'
e os AMIGOS!

um beijo grande grande com muitas saudades

(que comentário inÚtil!)