quinta-feira, novembro 23, 2006

EmbrulhadaNasPalavras



deixa-me descansar por aí. embrulhada nas palavras.

que de fumo se transtorne o conhecimento do corpo.
que se queimem as asas dos anjos e se descubram os holofotes do sonho.
por dentro dos dedos. por dentro dos olhos. por dentro de mim.
que se assombrem as camas desfeitas de desejo.
que se limpem as bocas no lençol do tédio.
que me causem impressão as almas e os romances e a súbita sôfrega desilusão.
que me fechem a porta da vontade. que a filosofia é uma treta.
que me ardam as polpas dos dedos na futilidade da descoberta.
que me sigam os caminhos. que me encharquem os olhos de galos a cantar ao relento.
que me digam que não. e que sim.
que me matem de doença incurável. ócio de dramas mentais. sensações de luz forte.
que me digam que não.
que me fujam as sombras dos meus medos.
que me lixem. que se lixem. que me engasguem. que me julguem altruísta de causas mortas.
que me encurtem a palavra.

que me deixem descansar por aí num embrulho de palavras.


23 comentários:

sobre-nada disse...

"que se limpem as bocas no lençol do tédio"


adorei ;)

luisa brehm disse...

fantástico poema !!!
obrigada pela visita ...
Tudo de bom ;-))))

Secreta disse...

O poema é lindo. Um "embrulho de palavras" fantástico.
Beijito.

mnemosyne disse...

Uma escrita eloquente, um brado que captura a alma...na página a alma, paisagem farta onde as cores se misturam...uma leitura que arde. Magnifico! Um beijo :)

Maria Ostra disse...

Con toda la palabra...

pianola disse...

Pode-se tentar perceber que a 25 de Abril de 1974, a tropa tenha vindo para a rua. Bom dia.

Silver disse...

Inspiradinha heim? Bjinhes

Efemerum disse...

fabulosa!!
como é bom poder parar por um instante e deixar a nossa mente fluir por palavras como estas....

um beijo grande

holeart disse...

sempre minima

do pouco fazes muito.

falo dos comentarios

Mel disse...

A arte de ser minalista neste poema foi superada.

__________ Pois que sim ___________
___________ queda-te ______________
__________embrulhada!_____________


Adorei!
Bjs

Mel

Mar da Lua disse...

Que se lixe tudo mas que nunca se lixe a arte de bem escrever!
Saudades_________________________




Abraço

Plum disse...

Que se lixe! Bom fim de semana!*

Teresa Durães disse...

ei, hoje é sexta-feira!!

:)

LA disse...

Novidades sobre o Encontro de Blogues de Cinema e eleição dos Melhores Blogue de Cinema e de Cultura de 2006, em http://lauroantonioapresenta.blogspot.com/2006/11/blogues-de-cinema-o-melhor-de-2006.html. LA

merdinhas disse...

Braque ou Picasso?

as velas ardem ate ao fim disse...

Obrigada por existires e partilhares connosco a tua beleza.

E animo!

um abraço apertadinho

"que me deixem descansar por aí num embrulho de palavras."-Sublime

Anónimo disse...

bom fim de semana


um abraço

Bandida disse...

Picasso.





_______________________

-pirata-vermelho- disse...

Posso chegar, entrar, vestido de bem com um olhar do além, dizer isto a declamar num seu próximo jantar e sair sem ninguem mas sem desdém?

Bandida disse...

claro, pirata!




será um prazer.



________________________________

Anónimo disse...

As palavras são, umas vezes embrulhadas e enganadoras, outras embrulham-nos e aquecem-nos, outras são vãs, outras leva-as o vento...

AS disse...

Somos tudo aquilo que o tempo vai desprezando!
E o tempo despreza a vontade e a sua força, deixa um rasto com formas de culpa, intromete-se em nós, como se quisesse secar-nos o corpo e a alma...
Também por isso, me deixem embrulhado nas palavras!



Um beijo...

A estranha disse...

Eu gosto de me embrulhar em palavras mas quando quero descansar costumo pedir que me embrulhem em abraços, dá mais jeito.

Abraço