domingo, novembro 19, 2006

Um dia destes




...um dia destes vou-me embora e fico para lá de mim...

um dia destes, pergunto-vos que distancia existe entre a puta da verdade que nos ensombra a existência e a puta da mentira que é a própria existência.

um dia destes...

juro...

28 comentários:

Anónimo disse...

Nada vale a pena se significar a anulação de nós mesmos. A frase é fraca mas é sentida, pois já estive muitas vezes no fundo, bem no fundo... Beijo!

PS: Mudei de link... (mas já não mudo mais)

intruso disse...

...já estive mais longe disso;
:/
um dia destes...


(a distância de um "juro")


juro.

A. disse...

...deixa-te aqui.estás bem assim.

E vocês os dois,
João e Bandida...não juram nada.
Sossegados!!

Bem bem...

chi kung for beautiful ladies disse...

o teu link Edit me é fantástico!

Anónimo disse...

Não vais. Lembras-me de mim próprio. A certeza que tenho é que nunca me irei embora. Mas é por isso que gosto de imaginar. Escapo-me, o que é ligeiramente diferente, sendo idêntico.

Beijo, lupina.

Rosa Brava disse...

... um dia deste... tantas vezes assim disse...

... mas deixei-me ficar, nos meus lugares que deixaram de ser secretos, porque quero ter a capacidade de sonhar... (isso ninguém me tira...)

Um abraço carinhoso e bom domingo ;)

Anónimo disse...

Obrigada pela tua visita ao meu espaço. :-)

Anónimo disse...

João e Bandida??

Azul??


....


Um abraço

o alquimista disse...

...um dia desses vais descobrir que és a coisa mais bonita deste mundo...que existe o caminho secreto dos pássaros...um dia destes...



Doce beijo minha querida

mfc disse...

Essa é que é a grande verdade!
Lidamos diariameente com isso...

pintoribeiro disse...

Até este o disse: Não venho trazer Paz, mas a Espada!
Boa tarde e um abraço.

Andreia do Flautim disse...

Oh!

Não vás!

Mendes Ferreira disse...

um destes dias sabes.....que o tempo não tem sempre razão....

_________________

bandido é ele tb.
_________________
como Tu.

___________________

in.serena.

________________

beijos.

Lis disse...

Não se diz asneiras de qualquer tipo! Ai...que tolinha. Vais nada.

david santos disse...

Bandida! Tudo o que está neste blog é lindo. Mas o cão!...
Adorei.
Parabéns.

marakoka disse...

qd passamos a vida a dizer "um dia destes vou ..."....já o deviamos ter feito...

.qto ao juro...juro....
coisa não mal.dita

jocas maradas

nnannarella disse...

_______________
quem mais jura mais mente!

quanto mais uma bandida... :P


beijarelas

Varanda disse...

...e quem te disse que alguém te saberia responder? Sou muito presunçoso, mesmo muito, mas nem assim ousaria dizer-te o que fosse sobre isto.




Só acho que a existência nem sempre é mentira. Quanto a partir e transcender; aplausos! Sempre!


toma lá...

;)

as velas ardem ate ao fim disse...

Nesse dia levas me contigo pff?

Sufoco...

.*.Magia.*. disse...

Um dia destes...
...chamo-te bandida!

JURO!


Cheers

luar disse...

"verdade" e "mentira "... duas dialécticas se calhar existências e p isso difíceis de desvendar... bj!

Enfim... disse...

tem calma tudo tem uma solução, não tens de recorrer á pior.Bjokas e bm fim semana

A estranha disse...

Bandida... Terei que te comentar com palavras que não são minhas (como se alguma palavra me pertencesse de facto, mas enfim...). Toma lá esta carta de amor:

Um dia destes
vou-te matar
Uma manhã qualquer em que estejas (como de costume)
a medir o tesão das flores
ali no jardim de S. Lázaro
um tiro de pistola e...
Não te vou dar tempo sequer de me fixares o rosto
Podes invocar Safo, Cavafy ou S. João da Cruz
todos os poetas celestiais
que ninguém te virá acudir
Comprometidos definitivamente os teus planos de eternidade
Adeus pois mares de Setembro e dunas de Fão
Um dia destes vou-te matar...
Uma certeira bala de pólen
mesmo sobre o coração

(Carta de Amor a Eugénio de Andrade - Jorge Sousa Braga)

Desculpa lá, mas apeteceu-me mesmo dar-te este poema :)

Beijos

-pirata-vermelho- disse...

Um dia destes...
chamo-te, bandida!

Juro!



(Il y a quand même une différence...)

merdinhas disse...

Um dia destes. Encontramo-nos nesses não lugares.

Maria Ostra disse...

Qualquer dia serei muito bem capaz de ser...................................................................

Teresa Durães disse...

este entendo perfeitamente

mais do que perfeitamente

mas só eu entendi

boa noite

non disse...

Pior que essas perguntas agudas é a falta de respostas a elas.

Bjs.