segunda-feira, dezembro 25, 2006

às escuras sem disfarce a tua ilha

de joelhos a raíz na tua mão

só tu e o eco incerto
do teu lado

as dunas do teu vento
e a razão


a música secreta do
teu sexo

a cama desfeita
dos teus lagos

e a bicho me reduzes
implacável
de gatas
no silêncio a tua boca .

25 comentários:

Mendes Ferreira disse...

os não lugares são podem ser cartografias de um silêncio luminoso.



assim como o perfil vário das tuas modulações. belas.
__________________.

Abssinto disse...

Música de cama.

Beijo

Abssinto disse...

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O´Neill

henrique doria disse...

O Natal é uma mentira que nos traz alguma felicidade. A verdade é que, com o ano novo, nos estamos cada vez a aproximar mais do sol, isto é, da Luz. Que a Felicidade e a Luz guie o teu ano de 2007.

MRF disse...

clap clap. Forte este poema de gatas e de melopeias silenciosas.

pn disse...

B.

resposta à tua questão:

paint + photoshop (desenhar e tratar o desenho)

bisou

p.

nota de (quase) rodapé:
doit-on partager les recettes de notre haute cuisine?
moi, je suis un partageur...

St. J. disse...

Implacável
Silêncio
Boca

...de gatas?

Os Lagos continuam a arrasar!!

A Grande Mãe Rússia produziu filhos soberbos. Mas deixou escola difícil, só para grandes rasgos. Haja o (T)alento de desenhar melodias em voos alados. (Es)correndo gestos...
J. (St.)

Mendes Ferreira disse...

ah mais oui....

on partage....
:))))))


des bisous.


:)))))))))))

Presença disse...

Encontros de palavras, nos encontros delineados, de corpos...


Presença

Beijinhos... disse...

Adorei! Vou aparecer mais vezes.
Beijinhos!

holeart disse...

tantas coisas

sempre delicada... contida... deliciosa

Plum disse...

...e a bicho me reduzes...

ou elevas???!*

M5Sol disse...

Na música secreta ... se desfaz a cama, no silêncio mágico dum amor inimaginado.

Diva disse...

Hoje, Diva sente-se "bicho" do mato...

:(

Um Canto de Nome Isabel disse...

São quentes as tuas palavras. Emocionam.

bettips disse...

Somos os poetas do (im)possível. Mas uma nossa língua tão doce que consegues domar, dobrar, voar, até à colmeia. BOM ANO, LUZ! Abç

Mel disse...

Nao silêncio me quedo!!!
Bjs Bandida....
Um Novo Ano de Luz, minha amiga!!!

Beijos da(e) Mel

mfc disse...

Ao fim e ao cabo somos 99% instinto!

.*.Magia.*. disse...

Ena!!!
Intenso...!

Cheers!

.*.Magia.*. disse...

Ena!!!!
Intenso...

Cheers...

.*.Magia.*. disse...

Ena...
Intenso!

Cheers

.*.Magia.*. disse...

Ena!
Intensooooo!!!

Cheers

Magia disse...

Intenso!

Cheers...

mnemosyne disse...

A alva do silêncio...o som que o exorciza...Em naufrágios de fogo se bebem as ondas...em pélagos de água se afogam os raios...
Sublimes as tuas palavras !
Um beijo

intruso disse...

a raiz
...

lagos desfeitos de joelhos no silêncio da cama


(maravilhosa escrita--------------)