sexta-feira, dezembro 01, 2006

Toi Surtout C'est Que Tu Ne



«Chère imagination, ce que j'aime surtout en toi, c'est que tu ne pardonnes pas»


André Breton

19 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Então tome lá, para acompanhar o desenho do Cocteau

http://www.amazon.com/gp/music/clipserve/B00004R95Q001001/0/105-0149508-8038831

Bandida disse...

obrigada pelo Satie... Pirata!


________________________

Mendes Ferreira disse...

eventualmente....!




_______________

:)

Frioleiras disse...

As verdades de Breton... as verdades da alma !
Bj
F.

aldina disse...

O que eu gosto das grandes verdades é que o contrário também pode ser verdade...!

Até sempre

Isabel Magalhães disse...

"As" Verdades!




Todas as verdades!






bisous,
I.

Mendes Ferreira disse...

hum.....


está bem.


______________


beijo.


boa noite!

-pirata-vermelho- disse...

Aldina
acautele-se !
no dia em que a encontrar ou me canta um 'daqueles' (um menor...)ou dou-lh'um beijo de raiva.

E obrigado pelo que se pode ouvir no seu site
http://www.aldinaduarte.com/site/discografia_site.php?idioma=pt

-pirata-vermelho- disse...

(Desculpe o alastramento, bandida. Vale pela intenção e pela homenagem implícita )

merdinhas disse...

Gosto muito de Breton...

Jamais la religion au secoursde l'opinion...

"Ma mort par Robert Desnos" in "Clair de Lune"

merdinhas disse...

E não é Claire de Lune é Claire de Terre....

mnemosyne disse...

Assim é...como um caleidoscópio cuja lente é um olhar que nos desnuda tão vulgar e docemente...
Um beijo :)

pintoribeiro disse...

Do Breton, não gosto. Do post, absolutamente. Abraço,

Anónimo disse...

Dr. Breton. Fogacho. Também Cocteau, o que escreveu "A voz humana", o que me marcou. Beijo, Felpuda

-pirata-vermelho- disse...

Absolutamente o quê, pr?!
É um advérbio...
não diz nada só por si.


(Desculpe a invasão, oh bandid'amiga)

mfc disse...

Ela não tem limites...nessa medida... é verdade!

Betty Branco Martins disse...

Olá Bandida

Adoro André Breton. Um escritor francês, poeta e teórico do surrealismo

"Querida imaginação, o que sobretudo amo em ti é que tu não perdoas"

Beijinhos com carinho
BomFsemana

nnannarella disse...

___________________

a imaginação é uma musa cruel...
mas eu não tenho outra... :)



e tenho um beijo, para ti

Teresa Durães disse...

surrealismo

a imaginação não tem limites