quinta-feira, novembro 30, 2006

(In)dolor sem saber nada ou menos



Salvador Dali


respiro o teu hálito
em instantes de nuvens

nada

nada


atrasa a partida
em gomos de luz
como se estivesses sempre




estamos no


infinito

nada


quase

tudo
...

19 comentários:

nnannarella disse...

________________
nadífero respiro, cheiroso suspiro... ambígua, esdrúxula solidão.


E deixo-te esta imagem:

É cálida flor
e trópica mansamente
de leite entreaberta às tuas
mãos

feltro das pétalas que por dentro
tem o felpo das pálpebras
da língua a lentidão

Guelra do corpo
pulmão que não respira

dobada em muco
tecida em sua água

Flor carnívora voraz do próprio
suco
no ventre entorpecida
nas pernas sequestrada


_____________________
Maria Teresa Horta

Teresa Durães disse...

gostei!

(em moderação???)

boa tarde

Plum disse...

Quase tudo!abraços e bom fim de semana!*

Mendes Ferreira disse...

upssssssssssssss!!!!!!!!!!!!



estou de fugida.....:)



____________nice very nice post.

com tempo com mais tempo direi os outros.


olá bandida!

Mar da Lua disse...

E o Nada é Tudo...e das Trevas nasce a Luz.


Até Sábado.
Abraço

nnannarella disse...

_______________________

... sabê-lo-ás quando menos o esperares... :)
quase. quase tudo.

Anónimo disse...

Complexas as mulheres. Não haja dúvida.:)

Gostei.

Beijo

BFS

Anónimo disse...

...E ainda por cima este frio...

Irrepreensível, como sempre.
Beijo, felpuda de cigarrilha

Andreia do Flautim disse...

Tem umas imagens sugestivas...

Bom fim de semana!

A estranha disse...

Há momentos destes em que quase se agarra o tudo... (In)felizmente ficamos sempre com um nada que podia ser tudo...

Caminhamos para lá chegar sabendo que não o conseguiremos nunca...

Beijo

Diva disse...

Bandida,
e quando o tudo se transforma em nada?
Bissous

Efemerum disse...

quem já teve o tudo jamais poderá ficar com o nada.

Beijo imenso

Alien8 disse...

Em gomos de luz
digo
boa noite
:)

Anónimo disse...

Sós, estamos todos... Beijo!

o alquimista disse...

...Um nada às vezes é quase tudo e quase tudo está no fundo da paixão...


DOCE BEIJO

Isabel Magalhães disse...

"Shiele"...









imbattable!

bisous. I.

Anónimo disse...

Hoje sou eu que te peço lume...Tens?

poemusicas disse...

Lindo poema, e muito bonito o teu blog.

Um beijo

Naeno

mfc disse...

Inatingível esse estado!