quarta-feira, dezembro 20, 2006




a voz da pele

no sussurro

dos anjos













Desvio dos teus ombros o lençol,
que é feito de ternura amarrotada,
de frescura que vem depois do Sol,
quando depois do Sol não vem mais nada...

Olho a roupa no chão: que tempestade!
Há restos de ternura pelo meio,
como vultos perdidos na cidade
em que uma tempestade sobreveio...

Começas a vestir-te, lentamente,
e é ternura também que vou vestindo,
para enfrentar lá fora aquela gente
que da nossa ternura anda sorrindo...

Mas ninguém sonha a pressa com que nós
a despimos assim que estamos sós!

David Mourão-Ferreira, Infinito Pessoal ou a Arte de Amar

23 comentários:

pn disse...

A VOZ A PELE & OS ANJOS

1.
antes
no limiar da pele

2.
durante
pel'adentro murmurada

3.
após
seráfico ronronar

bettips disse...

A menina está sem espírito de Natal "santo", é? Onde a estrelinha, a palhinha, a luzinha? Ah, vous êtes d'un autre pays... Foto e palavras de querubim, lindo! Abç

Arion disse...

Beijo. Feliz 2007!

Mendes Ferreira disse...

oa anjos sussurram....?


__________________

acredito que sim. na calada da noite...quando as nuvens abrem.
__________________
no abre-te sésamo?
semente?

__________________
muito bonito. Bandida.

as velas ardem ate ao fim disse...

uma voz magnifica.

Acho que ainda não te tinha dito mas adoro LEO FERRE!

as velas ardem ate ao fim disse...

Avec le temps
Avec le temps...
Avec le temps, va, tout s'en va
On oublie le visage et l'on oublie la voix
Le coeur quand ça bat plus, c'est pas la peine d'aller

Chercher plus loin, faut laisser faire et c'est très
bien
Avec le temps...
Avec le temps, va, tout s'en va
L'autre qu'on adorait, qu'on cherchait sous la pluie
L'autre qu'on devinait au détour d'un regard
Entre les mots, entre les lignes et sous le fard
D'un serment maquillé qui s'en va faire sa nuit
Avec le temps tout s'évanouit
Avec le temps...
Avec le temps, va, tout s'en va
Mêm' les plus chouett's souv'nirs ça t'a un' de ces
gueules
A la Gal'rie j'Farfouille dans les rayons d'la mort
Le samedi soir quand la tendresse s'en va tout' seule

Avec le temps...
Avec le temps, va, tout s'en va
L'autre à qui l'on croyait, pour un rhume, pour un
rien
L'autre à qui l'on donnait du vent et des bijoux
Pour qui l'on eût vendu son âme pour quelques sous
Devant quoi l'on s'trainait comme trainent les chiens

Avec le temps, va, tout va bien
Avec le temps...
Avec le temps, va, tout s'en va
On oublie les passions et l'on oublie les voix
Qui vous disaient tout bas les mots des pauvres gens
Ne rentre pas trop tard, surtout ne prend pas froid
Avec le temps...
Avec le temps, va, tout s'en va
Et l'on se sent blanchi comme un cheval fourbu
Et l'on se sent glacé dans un lit de hasard
Et l'on se sent tout seul peut-être mais peinard
Et l'on se sent floué par les années perdues
Alors vraiment
Avec le temps on n'aime plus.

(dsc não resisti)

Mendes Ferreira disse...

este é um espaço reservado a anjos......nunca a demónios...

nunca a devassas.


andam piratas à solta??????


só reconheço os Bandidos(/as.....!


e os poetas.

e os pintores.


boa noite Bandida....

Bandida disse...

dos piratas anónimos não rezará a história...

Mar da Lua disse...

mas a história faz-se de bandidos, salteadores de mundos, invasores de corpos e piratas saqueadores dos mares dos olhos.

Beijo e um bom primeiro dia de inverno

Mendes Ferreira disse...

"e é ternura também que vou vestindo,"

_________________


bom dia.


B.

De tudo e de nada disse...

Há um poema do David Mourão Ferreira sobre o Natal.
Chama-se "Natal à beira-rio".
Estive tentada a pô-lo no meu sítio porque o meu Natal é quase à beira do rio:) Mas posso to mandar se quiseres para te dar um pouco do seu espírito:)
Boas Festas, muito Poesia e estrelas mil.

B.

Castanha disse...

Está lindo...está...está...
Beijos

Abssinto disse...

Epa as duas últimas linhas acertaram-me em cheio...

beijo grande felpuda

EL HIPPIE VIEJO disse...

MUITO BONITO .

AMIGA

DESEO LO MEJOR PARA TI .
QUE SEAS FELIZ Y TENGAS PAZ .-

BESOS

ADAL

Mnemosyne disse...

...pintar a pele toda, ser uma tela viva pedindo sua assinatura.
Belo este poema, sem dúvida alguma.
Um beijo

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Que o sorriso brilhe como uma estrela de felicidade no teu rosto, hoje, amanhã e sempre…

..................*
................**,**
.............*****,*****
...........*******,*******
....*********,,,,,,,,,,,*********
..********,,,Feliz Natal,,,********
....*********,,,,,,,,,,,*********
...........********,*******
.............*****,*****
................**,**
..................*

Que a Amizade, o amor, a saúde, a felicidade, esteja sempre presente no brilho do olhar.
Beijinhos

mixtu disse...

David... o mestre dsa palavras e dos sentimentos ou dos retratos das sensações e conhecimentos...

besos navideños

Plum disse...

Passei para te desejar um Feliz Natal!!!Abraços da terra da magia!*

ART&TAL disse...

silencios


em epoca de equivocos

}}cleopatra{{ disse...

A felicidade é feita de momentos…
Momentos que nos enchem de alegria!
Como uma onda…
Que chega e nos invade o corpo e a mente!
Parecem instantes de verdadeira magia…
Há pessoas que conhecemos há muito tempo…
Alguns desde crianças
A quem chamamos amigos verdadeiros!
Mas há também os outros…
Aqueles que conhecemos há pouco tempo
E nos deram provas da sua amizade genuína…!
E há ainda os outros…
Os que conhecemos através de uma máquina
Uma máquina maravilhosa!
Nunca lhes vimos o rosto
Mas conhecemos-lhe as palavras… o jeito carinhoso…
Esses, são os amigos virtuais…
Os quais nos oferecem muitos daqueles momentos
Momentos de alegria…
Que fazem a nossa felicidade!
Tu… ès um deles! Obrigada!!

Um Feliz Natal para ti!

aldina disse...

FESTAS FELIZES!

"A luta para manter a paz é infinitamente mais difícil que qualquer operação militar."
(Anne O'Hare McCormick)


Até sempre :-)

Y. disse...

beijo.







beijo. para enfrentar os dias.

beijinhos... disse...

tu és linda. muito linda. nota-se no que escreves. adoro. vou voltar sempre. abres a porta? beijinhos...