sábado, janeiro 27, 2007




jesuisdunautrepaysquelevotredunautrequartierduneautre
solitudejesuisdunautrepaysquele
votredunautrequartierduneautre solitudesolitudesolitudesolitudesolitudesolitudesolitude.


Je suis d'un autre pays que le vôtre, d'un autre quartier, d'une autre solitude .

Léo Ferré


18 comentários:

maria josé quintela disse...

" Deixa a tua solidão tornar-se dança"

OSHO

Mendes Ferreira disse...

há quem seja há quem queira ser...



a solidão pode ser redentora...



beijo.

Pedro Branco disse...

Je sais. Mais je suis ici!

vida de vidro disse...

Peut-être que nous sommes tous d'une solitude trés, trés personelle... **

bettips disse...

Uma bandida meiga ... tão lindo passar por ti! La solitude, uma palavra que me diz tanto que a julgo só minha. Como uma "atitude solitária" ... Bjinho

M5Sol disse...

Talvez faças parte de uma outra encarnação!!!
Quiçá!
Volta p'ra cá
já.

teresamaremar disse...

Olá Bandida :) tu a e a Y andam com uns jogos de palavras que me deixam cheia de inveja de me deles não lembrar :)
Passa no meu blog se tiveres tempo, o meu último post tem um desafio :)
está temporariamente com os comentários "filtrados" pois andava a ser invadido por alguém muito inconveniente

Beijos

*gostei do jogo com as palavras do Léo

Mendes Ferreira disse...

acordou tarde? ou andaou por aí a matar a solitude :))))



hum hum hum.



beijo ao piano com jazz.

Anónimo disse...

Do Paulo Neto :

" Étrange fut la nuit où tant de souffles s'égarèrent au carrefour des chambres..."

Saint-John Perse, Éloges.

intruso disse...

edutilossolitudedutilossolitude

...

sou(somos... todos) de um outro país, de uma outra cidade, de um outro bairro, de um outro quarteirão, de uma outra morada, de uma outra janela...
cada um de um país, cada um
um país,
uma morada.
(a janela)


cada um de uma (outra) solidão.



beijo amigo

Arion disse...

Puis-je te visiter dans ce pays? Je t'embrasse...

Abssinto disse...

O leo...como um boomerang, como a solidão.


beijo

pn disse...

Olá B
Superada uma situação técnica...
bisou

Efemerum disse...

somos todos...
cada um com o seu mundo[s].
a única diferença é que uns partilham-no e outros não.

o que será melhor?



beijos grandes para ti.

Alien8 disse...

Quanto mais leio estes versos, mais gosto deles.

Beijo.

as velas ardem ate ao fim disse...

Com esta me caiem as lagrimas...

solidao...a minha companhia.

um amor que nunca esqueço que me ensinou a amar Ferre.


a ti um grande bjinho

Frioleiras disse...

Há 1 pequena gravura
que fiz,
numa altura em q a senti,
a ela,
à "solitude" ...

Já então achava q
desde q n m tivesse morrido
alguém querido, e
desde q tivesse saúde ...
então ...
mesmo d joelhos,
m ergueria
bem direita, p o céu,
olhando p cima,
p cima d minha solidão,
branca,

deixando, para trás,
as multidões conzentas, escondidas, encapuçadas ...
do medo...
do medo de mim...

Hoje, acho ainda q
c saúde,
c família,
c o mínimo material
para viver c dignidade,
então
o mundo ainda será meu,

sózinha mas
com Amigos
com Música,
com Arte,
com Frivolidades (q ajudam o ego material ... a vaidade bonita, o desejo d exprimentar 1 vestido novo, 1 baton novo, 1s saltos altos ... q fiquem bem etc etc)

É bom Viver !
Com Saúde e Família, sobretudo !
N sei qual a tua solidão mas... pensa nisso...

Olha dá uma espreita no meu blog gravuras-frioleiras p veres a tal gravura da "solidão branca"...

Frioleiras

as velas ardem ate ao fim disse...

Voltei aqui novamente.Leo Ferre.

bjos