segunda-feira, fevereiro 05, 2007




a música. a voz.

a música da voz.

e nada mais importa.


se sim outra coisa. contem-me para eu acreditar.

12 comentários:

Abssinto disse...

Bach Vs Gounod :)

...Se ele não é mágico é ilusionista.

bj.

hfm disse...

a música das palavras mas, sempre música.

MRF disse...

Grande distância entre este Bobby Mcferrin e o do "Don't worry, be Happy".

E isto lembrou-me... o meu casamento:))
com um tio a cantar a Ave Maria de Gounod. faltou-nos o Bach! :))

Lis disse...

Genial! Adorei!

M5Sol disse...

Há mais coisas que importa para além da música.
Mas não vale a pena contar, pois não acreditarias.

alice disse...

cara bandida. agradeço as suas palavras. "nada mais importa do que a música da voz". nunca a ouvi e, no entanto, sabe-me tão bem escutá-la. obrigada. um beijinho.

herético disse...

a subversão da norma. Deus é negro.

as velas ardem ate ao fim disse...

Este homem é genial.simplesmente.

ASTI disse...

há mais que importa, sim.
eu conto, porque sei que sabes que eu sei que sabes que alguns e algumas sabem: o sentido de humor; a inteligência; a aceitação da diferença (com e sem ironia);a forma como se usa a inteligência; a simplicidade; a inteligência; o corpo; o uso que se faz do corpo; o uso que se faz da inteligência; a capacidade de escutar o mundo; a inteligência; a linguagem gestual; a inteligência; a partilha; a inteligência; a capacidade de envolver os outros no nosso projecto e de fazer um projecto novo em que todos participam e gozam; a inteligência. O sorriso. O riso. O gosto de gostar do que se faz (em vez de se gostar apenas que gostem do que fazemos). O afecto com que se faz.
olha, «numa palavra» (rsss) - o ser-se o próprio incluindo nisso o mundo

Pedro Branco disse...

Fechei os olhos... e mais nada importou.

Um beijo, B.!

Isabel disse...

As palavras importam... sempre as palavras para mim...

Não precisas acreditar que importem acredita apenas que importam tanto para mim...

Isabel

r.e. disse...

este concerto do bobby mcferrin é fabuloso. vejo-o vezes som conta. e a música de bach... bom, mas isto poderia ser por defeito profissional. beijinho. J.