quarta-feira, junho 13, 2007












vou ali pesar as palavras. demoro.

____________________________________________



26 comentários:

Bandida disse...

Wasted and wounded, it ain't what the moon did, I've got what I paid for now
See you tomorrow, hey Frank, can I borrow a couple of bucks from you
To go waltzing Mathilda, waltzing Mathilda,
You'll go waltzing Mathilda with me
I'm an innocent victim of a blinded alley
And I'm tired of all these soldiers here
No one speaks English, and everything's broken,
and my Stacys are soaking wet
To go waltzing Mathilda, waltzing Mathilda,
You'll go waltzing Mathilda with me
Now the dogs are barking and the taxi cab's parking
A lot they can do for me
I begged you to stab me, you tore my shirt open,
And I'm down on my knees tonight
Old Bushmill's I staggered, you'd bury the dagger
In your silhouette window light go
To go waltzing Mathilda, waltzing Mathilda,
You'll go waltzing Mathilda with me
Now I lost my Saint Christopher now that I've kissed her
And the one-armed bandit knows
And the maverick Chinamen, and the cold-blooded signs,
And the girls down by the strip-tease shows, go
Waltzing Mathilda, waltzing Mathilda,
You'll go waltzing Mathilda with me
No, I don't want your sympathy, the fugitives say
That the streets aren't for dreaming now
And manslaughter dragnets and the ghosts that sell memories,
They want a piece of the action anyhow
Go waltzing Mathilda, waltzing Mathilda,
You'll go waltzing Mathilda with me
And you can ask any sailor, and the keys from the jailor,
And the old men in wheelchairs know
And Mathilda's the defendant, she killed about a hundred,
And she follows wherever you may go
Waltzing Mathilda, waltzing Mathilda,
You'll go waltzing Mathilda with me
And it's a battered old suitcase to a hotel someplace,
And a wound that will never heal
No prima donna, the perfume is on an
Old shirt that is stained with blood and whiskey
And goodnight to the street sweepers, the night watchmen flame keepers
And goodnight to Mathilda, too.
___________

eu disse...

Obrigado por teres transcrito. É lindo.Poema e voz. Fiquei com as penas todas em pé. Depois de uma noite nas marchas isto foi sublime.

Agora outra coisa, não precisas de uns ovinhos frescos, para umas boas omeletas no vá-vá?

Beijinho, desta que se sente muito pequenina ao ver tanta cultura por estes blogues.


D. Glinha

intruso disse...

sem palavras (possíveis)

não te demores
não as demores
toma-lhes o som, o toque
das palavras dentro de cada letra
vai, corre
aqui
volto já

..............

alice disse...

a balança tem dois pratos fundos. de um lado a bonança. do outro lado a trovoada. haja justiça. um grande beijinho, bandida.

M.M. disse...

Tom Waits, o meu favorito...

Ana Paula disse...

Adorei o toque das partituras! :)
Música é mesmo contigo!
Tom Waits: sempre especial...
Não demores!!! Please.
Bjs

Clara Hall disse...

pesar as palavras e desatar os nós da voz. é coisa para demorar. in the meantime demora-te
Waltzing Mathilda wherever you may go.

para mim um post fabuloso, uma comoção, uma lição!

beijos B.

A. disse...

...e tu também minha B.?






até já.já._____________________...

grande b.eijo.

D. Maria e o Coelhinho disse...

TOU TÃO CHATEADA !!

D. MARIA

António Pires disse...

Bandida:

O «Waltzing Matilda», a mais conhecida canção australiana, é lindíssima e a versão do Tom Waits é mesmo a melhor de todas as conhecidas...

Obrigado, Bandida, pelas pautas, o vídeo, a canção e as... palavras no R&A!!

Beijo

isabel victor disse...

Não demores ...

O silêncio é de ouro !
As palavras leva-as o vento ...

b*

i

jorge vicente disse...

a palavra chama-se tom waits

choro na palavra

"Well I hope that I don't fall in love with you
'Cause falling in love just makes me blue,
Well the music plays and you display
your heart for me to see,
I had a beer and now I hear
you calling out for me
And I hope that I don't fall in love with you"

a canção dos deuses

um beijo
jorge

S. disse...

Oh!
Demoras?
Pq?

Bj

Arion disse...

Não demores, peço-te! Beijo!

bitter-sweet disse...

Eu espero.

Letras de Babel disse...

palavras. já ouvimos e lemos tantas. baças, brilhantes, atadas na garganta ou ridentes, pérfidas, apaixonadas, num fio de voz ou num grito.
pesamos todas. permitimos que nos pesem.
e quantas vezes olhamos mais do que um minuto os olhos de quem as diz? o gesto duma mão?


..............


penso que não vais demorar. está uma noite tão clara...


beijos.
até amanhã.

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

cala-se a voz...
beijinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Até já.

pff não demores faz me falta a tua companhia.

bjinhos

merdinhas disse...

always WAITing...



To go waltzing Mathilda, waltzing Mathilda

intruso disse...

fui...

intruso disse...

e voltei..........................




beijo

cm disse...

ali...sempre destino indefinido para dizer "em nós"..

canela disse...

E como se pesam as palavras? quem afere tais balanças?
Larga-te dos pesos e volta Livre e solta...depressa
Beijo

Gi disse...

"Há no homem o dom perverso da banalização.
Estamos condenados a pensar com palavras, a sentir em palavras, se queremos pelo menos que os outros sintam connosco.
Mas as palavras são pedras."

Vergílio Ferreira

... mas as tuas não são pedras, são notas de música, são pautas de uma suave melodia. As imagens completam o meu olhar. Vejo-te daqui e espero. Ultimamente o meu tempo é feito de esperas. Tu, a Nan, a Isabel e eu vou estando. Ente silêncios. Com os pássaros.


beijos

A.S. disse...

Tom Waits!!! Excelente!
Não demores...


Um beijo!

raul disse...

Tom Waits, sempre....do melhor!

Beijo