domingo, junho 10, 2007


não quero dizer nada


continuo sem querer dizer nada




absolutamente nada



assim como quem não quer dizer mesmo nada





nada mesmo








____________________________________________________________

_________________________________________________________






28 comentários:

D. Maria e o Coelhinho disse...

A minha ínfima cultura não me permite comentar um post deste nível, por isso mudo de assunto.

Gostava de saber qual foi a bandida que me pôs neste estado.


Coelhinho

Aldina Duarte disse...

Quando está tudo por dizer a vontade é não dizer nada!

Até sempre

intruso disse...

(nada)


nada?

herético disse...

não queres dizer nada, mas por vezes é necessário. com a palavra certa.

herético disse...

não queres dizer nada, mas por vezes é necessário. com a palavra certa.

canela disse...

shiuuuuuuuuu!...aqui não se quer dizer nada...apenas se povoa o silêncio!...
Amei...como sempre!
Beijo
______________

meu, mesmo!

Silver disse...

xiça! fui ....
bj

Frioleiras disse...

Tom Waits...
É sp... "ACCION musical" !

alice disse...

respeitável esta vontade, bandida. um grande beijinho.

Lis disse...

Tudo dizendo «nada».

isabel victor disse...

Estar também é uma forma de dizer ...

E Tom Waits ... sempre !

B*

i

Feronica disse...

Quem nada queria dizer, muito deixou dito ...
E mais não digo.
feronica

teresamaremar disse...

... mas dizes.

Beijo

Gi disse...

Um silêncio que se tornou muito audível com este vídeo mas, mesmo assim, pouco perceptível para mim. Fiquei baralhada, Bandida. Respeito o teu silêncio e saio muito devagarinho deixando um beijo. Silencioso.

::: disse...

as nossas maravilhosas coincidências...



e este é só pa ti, minha B.onita.

:)

merdinhas disse...

Fui vendo a sucessão de "nadas" ...assim, piano, pianissimo......como quem não quer



nada

Letras de Babel disse...

placer - vida de existir

sér - jinete de sueño

noite
pesadelo ao espelho

...

e mailo resto
e maila inveja de não fazer uma coisa assim.
'tou a brincar; não tenho nada inveja. é mesmo ódio, puro e duro.

[ :-) ]


____________


beijo
assim como quem não dá nada...

Clara Hall disse...

Conheço alguém que um dia me ensinou a ouvir com muita atenção tudo aquilo que não se diz. na verdade é na leitura dos nadas que se pode aprender muita coisa e, às vezes, ficar a saber tudo.

Gostei do gran finale. Uma conclusão interessantíssima.
:))

Ana Paula disse...

Acontece não se querer dizer nada e dizer-se mais que nunca!
Lindíssimo, o post!
Bejinhos ditos! :):)

as velas ardem ate ao fim disse...

Ficaremos no tentador silencio.

bjinhos

alice disse...

então e hoje? não reparou ainda no sol mais bonito que veio beijá-la?

oxalá lhe apeteça algo em breve *

beijinhos

bitter-sweet disse...

Bem (não) dito!

isabel victor disse...

Vim só venerar o teu silêncio ...

com um b*

i

Efemerum disse...

que gargalhada me fizeste dar agora.
completamente inesperado este desfecho mas...

tornou este teu post absolutamente irresistível.

beijos [muitos]

teresamaremar disse...

Azul...

Pusemos tanto azul nessa distância
ancorada em incerta claridade
e ficamos nas paredes do vento
a escorrer para tudo o que ele invade

apenas nataliando


Beijo de bom dia

manhã disse...

trata-se portanto de um conflito, dizer não dizer...uma tentação, há que fazer o que não se deve mesmo.
esta música é soberba!

Eduardo P.L. disse...

Nada a declarar!

(;-D

Mar Arável disse...

O NADA TEM MUITO QUE SE LHE DIGA

OUVIR O NADA É UMA PROVA DE INTELIGENCIA

CALA-TE- OUVE O SILÊNCIO.