sexta-feira, agosto 17, 2007


o homem pintou o fogo na boca do palco.
ofício feroz na magnificação
das mãos.

bebeu uma cerveja

e saíu do túnel.

vou matar-te, disse a pele à chama, e se disseres que não

invento a palavra

ou

talvez atire sementes ao mar e espere

que o trigo se pesque em qualquer rede

à volta do sal.

talvez.

_________________

14 comentários:

teresamaremar disse...

o homem pintou o fogo na boca do palco.
ofício feroz na magnificação
das mãos.


excelente a imagem a mais dizer destas palavras


Ao teu regresso, brindo.

beijo

isabel disse...

o uso da psicologia invertida para subverter a dor. a pele.

que viagem fantástica.

e sakamoto. sublime!

beijos B.

Ana Paula disse...

Lindo!! :)
Imagino o Sri Lanka cheio de imagens especiais. Foi assim que senti a atmosfera por aqui: autêntica, quente e cheia de novidades...
É óptimo que estejas de volta!
Beijinhos e até breve!

jorge vicente disse...

talvez a água ou o sal sejam como este poema! sublimes

um beijo
jorge

herético disse...

palavras de fogo. inscritas na invenção dos dias.

muito belo

C. disse...

das composições mais belas que já vi aqui. do texto ao túnel, da cerveja à chama, do sabor salgado da pele à água do mar na boca. do som e do tom à palavra rasgada. totalmente A gosto.

Soberbo!

Beijos, Bandida.

@ disse...

Obrigada pela visita e comentário nos segredos.
Por aqui também se ouve boa música.

Mar Arável disse...

Talvez atire sememtes ao mar

uma boa ideia

para medrar

Ouriço disse...

Ouriço assina presença!
Bjs

Frioleiras disse...

Aos filhos da Imperatriz Sofia da Austria (mäe de Francisco José, penúltimo imperador da Äustria, penarece-me), chamavam-lhe "os meninos do Sal" pq ela teimava em levá-os "a banhos" a Bad Isch (é assim q se escreve?...) , na "zona" do sal (Salz burg)
O sal ... é o sal da Vida !

Hoje vou ver/ouvir Bastien Bastienne , uma co-producäo do Festspiel c o Marionetten Theater.... a ti te dedico a emocao q lá hei-de sentir (a ti q tb gostas tanto deste tipo de música...)
Gostaria mt de perceber bem alemäo porque tem havido, dizem, muito bom teatro com coreografias muito contemporäneas e com óptimos actores... mas tb näo teria dinheiro para mais... vou ficar de "dieta material" o resto do ano mas... viver na música nada há de melhor. Tenho a felicidade de näo perceber nada de música ... daí ficar mais encantada e sentir magia onde os grandes entendedores näo sentem porque percebem os "deslizes" (e aqui há poucos...) dos müsicos. Para mim, a critica do q vejo é o mais positiva possível.
Dado q o meu caminho pela estrada da vida já ser bastante comprido, e ter portanto muita gente conhecida, dei por mim , várias vezes a pensar em ti porque sei quanto adoras, tb , Müsica !
Um bj
F.

impressaodigital disse...

Lindo
descobrir blogues na net.

Por vezes, temos surpresas
Surpreendentes.

S. disse...

Olá B.!
Deve ter sido uma viagem fascinante. Fico à espera das fotos.
Beijinhos e muito obrigada!!!

;-)

Abssinto disse...

Inspiração iluminada!

bj b.

as velas ardem ate ao fim disse...

Talvez invente a palavra...talvez...

bjihos