sexta-feira, novembro 23, 2007


















...os teus olhos são peixes verdes...









_____________________________________

22 comentários:

Anónimo disse...

que idílica sensibilidade,
que doce criatividade...
fantástico.
genial.

um post mágico.
parabéns.

Cris!

Haddock disse...

lindíssima homenagem póstuma...

# disse...

A meu favor tenho o Verde secreto dos teus olhos, algumas palavras de ódio algumas palavras de amor. O tapete que vai partir para o infinito, esta noite ou uma noite qualquer. A meu favor, as paredes que insultam devagar certo refúgio acima do murmúrio que da vida corrente teime em vir, o barco escondido pela folhagem, o jardim onde a aventura recomeça.

A.O'Neill






[...olhos assim.conhecemos, sim.]

grande e minha B.

Teresa Durães disse...

"(...)Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram poss�veis.
Mas isso era no tempo dos segredos,
no tempo em que o teu corpo era um aqu�rio,
no tempo em que os teus olhos
eram peixes verdes.
Hoje s�o apenas os teus olhos.
� pouco, mas � verdade,
uns olhos como todos os outros.
(...)", EA

no need for more words

St. J. disse...

Era uma vez uma fotografia. No meio da madeira, do tom de mel e da fragância das seivas. Era uma vez um aquário de bola e dois peixes, doiro, dourados, brilhantes. Era uma vez uma foto, dois peixes e o teu olho.



...e tal como os peixes são olhos...

...também estes verdes são teus..!!

Luís Galego disse...

pois e as palavras estão gastas...

Alien8 disse...

Bandida,

Belíssima homenagem, excepcionais vídeos... e um pouco de Eugénio de Andrade adaptado e a condizer.

Bom fim de semana.

isabel victor disse...

e os teus ...

olhos de ver

almas

iv*

Anónimo disse...

Je t'aime (et... il ne faut pas être jalouse, c'est l'amour des soeurs...) Rô!
Gostava de saber colocar links aqui, como não sei, dedico-te ( se te apetecer ir ver... Sarbacane de Francis Cabrel), no youtube está uma versão fabulosa!

Beijo Carmen

herético disse...

dir-se-ia arco-iris!

Frioleiras disse...

Há muito tempo.........
muito tempo...

vi-o
em Veneza, na Praça de S. Marcos...

belas recordações...

eu, a minha amiga Maria e 2 "jugoslavos" (um croata e o outro, muito louro, presumo que sérvio... que nos fizeram companhia e que faziam parte da tripulação do barco que tomámos em Dubronvik ).

Nessa paragem dum cruzeiro no Adriático, durante a nossa poética estadia em Veneza... vi-o, ao vivo!

Lembro-me dele, como se tivesse auréola branca...

fascinante essa recordação que tu me lembraste ,
deste modo ...

art&tal disse...

Uma voltinha mais e falamos também das cuecas de satie dos sapatos de cage do lulu de maderna … da azia de pierre henry do sabonete de merce cunningham ou do lava loiças da pina bausch… das canas de pesca de boulez e do seu exmº sogro (o . messiaen)

O assunto não era béjart?

Uma coisa catita para ti “a tragedia da escuta - luigi nono e a musica do sec XX” mário vieira de carvalho.

fresquinho – Agosto de 2007

Muito bom muito bom

Anónimo disse...

«L'aigle noir», a minha canção preferida e que se tornou indissociável da mais bela história de amor que vivi - provavelmente a mais bela história de amor de todos os tempos!
Que estranho, encontrá-la assim, banalizada, aqui.
Não gosto da coreografia. Falta-lhe... garra; falta-lhe um imenso rasgar de asas. Mais uma vez. Mais uma vez. Quer voar e mais não consegue ser que... galinha.
Onde foi que eu já vi isto?

Anónimo disse...

o vigor da águia concentrou-se na cumparsita, essa, sim, uma coreografia magnífica... na minha opinião de ninguém

as velas ardem ate ao fim disse...

Sem palavras.

(deixei te uma insensatez no velas)

bjinho e boa semana

hfm disse...

A magia das asas dos sonhos concretizados.

saudosista do futuro disse...

é o mar que se afoga no olhar.

_____________________
_____________________________

danço.

merdinhas disse...

Só a morte não pára de dançar...

não sabia que tinha morrido...soube aqui, agora.

Chip disse...

eu cá só entendo de ração e muito pouco dos bifes que comem cá em casa mas não me dão...

D. Maria e o Coelhinho disse...

de luto________

pelo Bejart

de luto
pelo Coelhinho
de luto
pela D. Maria


Xandinha

intruso disse...

[só hoje/agora me apercebi, de que tinha desaparecido...]

...


um beijo

St. J. disse...

...peixes verdes que nadariam numa Volta ao Mundo em 80 minutos...

Sinfonia para um Homem Só

Sensualidade.

Marcou