quarta-feira, julho 16, 2008








constou-me que são animais mamíferos. com tamanho para serem grandes embora a diferença entre o ar vago e o ar quente não seja nenhuma.

.......

18 comentários:

intruso disse...

[se quisermos podemos ter muitos pesadelos por noite, várias noites dentro da noite dormida, negra como o petróleo, negros...]

/

[se quisermos também podermos ter sonhos e planos felizes, dentros dos pesadelos, acordados]



beijo

Ana Paula disse...

Estes mamíferos andam perdidos. Não tarda devoram-se totalmente uns aos outros. Tanta coisa para nada...

O vídeo é deveras interessante.

Deixo-te um beijo sem religiosidade :) mas com amizade!

Arion disse...

Quanto mais depressa se der o estouro, mais depressa o planeta começará a recuperar... Já o fez antes, e nós só lhe fazemos é mal. Beijo!

Art&Tal disse...

uma praga

a minha esperança é que tornemos tão indecentes e que deus nos afoque aos milhoes.

somos muitos

ps: conheces o jorge de sousa braga? tu ias gostar :)

as velas ardem ate ao fim disse...

Talvez não seja nenhuma-...

bjo

Limpa o Pó disse...

gostámos!

aqui não precisamos de limpar o pó

manhã disse...

parece que é caso para nos afligirmos...mais.

e-ko disse...

que grande pirilampo este!

dá ideias!

beijo

heretico disse...

quanto mais conheço os homens. mais gosto dos ratos. também são mamíferos.

percebo-te.

Haddock disse...

discordámos de absolutamente tudo!!
era o era se cada pessoa deixasse uma marca indelével no século por onde passa...
mais os rios de coca-cola... ainda se fosse de nafta!! e depois, bandida, não há solução concreta para veneza. e não deixa se ser poético vê-la afundar-se na putrefacção daqueles canais imundos. a bienal ainda será inaugurada por ratos se é que já não o é...
e não há flautista que nos valha!

Mar Arável disse...

Apenas se olham ao espelho

isabel mendes ferreira disse...

até breve querida R.




beijo-te.

hora tardia disse...

entre o vago ar eterno. o perfume.



beijos.






.___________________.vou.

pentelho real disse...

a lucidez da bandida... (mas também a grande lucidez do capitão haddock no seu comentário).

maria josé quintela disse...

quem dera que o meu século fosse uma comédia banal!

alice disse...

belíssimo o texto recitado no vídeo. nós somos do século de salvar o mundo e a humanidade. basta acreditarmos nisso. um gande beijinho, bandida.

casa de passe disse...

hoje somos s� mulheres. o cabr�o do Jo�o saiu. veio c� uma amiga da Loulou comer petits-fours comigo, com a Nini e com a Fininha. 4 mulheres juntas! bolinhos, bolinhos e m� lingua.

(Loulou+Nini+Fininha+Lisette)

Alyne disse...

Um século sobre estacas do artifício...só?
O condenado eleva os olhos, suspira,...