sábado, agosto 16, 2008












a música.

13 comentários:

pn disse...

...
sim, também.
a música.
mais que também,
bach,
nos dedos cedo idos de ghg.


asinho, às sete, com meus amos, sieurs joyce & argos, nestes dias já encurtados e outoniços, muito preguiçosos, com um passeio pelo bosque, onde a terra, só com a chuva, cheira bem.

num sábado assim, insistente no farrusco que a morrinha esborrata, prossegue a manhã com 'a via sinuosa',(dizem que o título retrata seu percurso e já quase meu obsessivo estudo, num treler de lápis e nota), pão d'avó, quente, da primeira fornada, e um café caseiro, odoroso, em porcelana a sorvos gasta.

e este silêncio cortado por um trovão distante, distraído, o olhar do argos, e pelo cello rouco de mistislav r., sempre, insistente, nas suites, sempre...

ou numa art de vivre que está na arte da fuga... como num poema de reis.

bom dia, Bandida Maria, Loba entre fraguêdos deste planalto mais que todos ermo...

lá fora, as alcateias, luso-normandas, nos palácios dos pobres, et les mariages, partout, claxonnés, de juliens avec des simones, silvas e santos, num entrelaçar da silvina natureza com a hagiografia lusíada.

sem dúvida, bach...

~~~

RESSACA ® disse...

Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...

Anónimo disse...

Foi-lhe diagnosticada a SA (Síndrome de Asperger)...
Poderíamos dividir os sintomas que constituem em SA em dois conjuntos:
1. déficit na interacção social
2. interesses obsessivos e restritos
É uma variante de autismo, dizem alguns, e acrescentam que o autista vive no seu próprió mundo e o portador desta síndrome vive no nosso, mas à sua maneira...
São pessoas incapazes de desenvolver empatia. Dificilmente são amigas de alguém. São muitas vezes vistas pelas outras pessoas como sendo inconvenientes ou rudes, sem que tenham tido a intenção de o ser. Desejam estabelecer relações afectivas com os outros mas falta-lhe a capacidade de se ligarem emocionalmente.Aparentemente, os seus neurónios-espelho não funcionam, o que impedem a pessoa com SA de compreender os sentimentos alheios. Falta-lhe a reciprocidade afectiva e comportamental imprescindível para a «criação de laços afectivos».
Mas pode ter uma (outra )forma de inteligência acima da norma. Pode ter dificuldades de concentração mas hipersensibilidade auditiva e táctil - donde ter sido diagnosticada em artistas plásticos e músicos, em cientistas, mas não em romancistas...
de génio e de louco, quase todos temos tão pouco...
Olga F.

Ana Paula disse...

Um beijinho para uma Bandida sempre plena de música! :)

Boas férias, bom domingo!

maria josé quintela disse...

do som





que se sobrepôe à banalidade.

anad disse...

Bandida
este blog continua com umas belas imagens e neste caso música através delas.
Um abraço
Anad

heretico disse...

"musica respiração das estátuas"?...

Abssinto disse...

O único.

bisous

Presença disse...

Tocante
.
.
.
bjo
bom dia
boa semana

Graça Pires disse...

A música de Bach. Um piano. Uma interpretação soberba. Dá gosto passar aqui... e ficar.
Um beijo.

observatory disse...

um mago.

bjº

e continuaçao

isabel mendes ferreira disse...

beijooooooooooooooooooooooooo!!!!!

Haddock disse...

de facto aquela obsessão pela cadeirinha já não augurava nada de bom... nós bem o tentámos persuadir a arranjar um banquinho mais ergonómico, que prevenisse a corcunda, mas nada. não nos ligava peva... sabes que nem ao conselho sobre o shampô ligou?? sempre empastado... ora, os olhos também ouvem, pahhh...