segunda-feira, março 09, 2009






há cem anos quatro patas eram mais do que duas.
há cem anos que durmo. há cem anos que acabo a fúria do dia a lamber cem gelados das cem pedras acidentais.
há cem anos mudos. e os cem pés dos poetas a tiritar de frio.
e as cem formigas de há cem anos não são as mesmas dos cem anos de agora.
há cem anos que a minha cabeça cai. há cem anos que morro. há cem anos que apago e acendo o fogo. há cem anos que corro. há cem anos que morro. há cem anos de logro.
há cem anos que há esta merda de jogo.















/div>

43 comentários:

ângela marques disse...

há cem anos que venho aqui.
há cem anos que me alimento destas palavras.
há cem anos que morro.
há cem anos que me assassino


cem beijos

alice disse...

cem anos no lugar do coração :) o primeiro poema lido e absorvido após o meu regresso a casa :) estou maravilhada, bandida. muito obrigada! um abraço enorme.

pinky disse...

quem me dera agora, poder dormir cem anos....

AnaMar (pseudónimo) disse...

Cem são os beijos que te deixo em vez das palavras que não tenho.

Sem solidão cem sorrisos.

isabel mendes ferreira disse...

o jogo dos anos nunca nos redime....do logro.


afinal as patas estão sempre por aí. e nós a julgarmos que eram de seda. e são de chumbo. que mata.


enfim.

se gosto?
do post?

gosto do jogo das palavras.

gosto.

rosa disse...

cem passos dei até chegar AQUI.

:)

maria josé quintela disse...

não quero discutir contigo (e concordo com tudo) mas pelas minhas contas já lá vão mais de cem anos!




um abraço.

Frioleiras disse...

quanto a mim... acho que cada vez gosto mais das tuas plavras...

bj

intruso disse...

[cada vez melhor, a tua escrita...................]


*


beijos,
muitos


p.s.
posso não comentar, novamente?
('digestão' profunda, silenciosa)


...

as velas ardem ate ao fim disse...

para ti..

dormir.
antes de dormir
tento imaginar que minha cama não é tão grande
que só cabe uma respiração.
às vezes espero que fique pequena
o suficiente.
ideia fixa.
engraçado é como uma ideia fixa,
pode mudar a vida
ou o modo como a vejo.
para que a falta que sinto
seja dividida por dois
e não acumulada tão grande dentro de mim.
sim.
conheço o sim
o tom da verdade nas horas
que vêm de trás
de tudo de mal que possa haver.
o importante é a vontade
é ouvir
mesmo o que não se quer.
é a palavra certa,das pessoas certas
apesar de todo o resto.
e fazer o que tem de ser feito.

um bjo

Tchi disse...

Há um século e uns anos mais a "quadrúpediandar".

:)

É chegada a hora de mudar o andamento.

:)

Verticalidades em hora de ponta.

:)

Abraço actualizado.

Hugo Pires disse...

Cem jogos de anos de palvras.
Cem vezes belo.


p.s Gostei muito de te conhecer!

Hugo Pires disse...

Errata...

Onde se lê Hugo Pires deveria ler-se CNS. :))))

...mais uma vez não reparei no utilizador que estava logado...

A. disse...

obrigada, Maria.






há tanta coisa que só nós sabemos entender. parece que foi há 100. parece [que já ninguém se senta a ouvir o coração]

...que se foda o jogo.

*

Haddock disse...

violenta-nos admitir que gostámos. assim-assim o bastante que até a nossa provecta ironia de "ignobile" escorrência sulfurosa coalhou!!


e, prepara-te, bandida: só agora começou a corrida às tuas dedicácias!!

Vasco disse...

Olha, gosto muito, pronto! Basta-te a minha palavra? ;) Grande beijo!

casa de passe disse...

Benditas palavras de tão sábias quando estamos rodeados de quadrúpedes (e eu que o diga)

- NINI _

casa de passe disse...

Benditas palavras de tão sábias quando estamos rodeados de quadrúpedes (e eu que o diga)

- NINI _

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Cem palavras em falta, pois tanto havia a dizer.

Até outro instante

observatory disse...

tu sabes que eu coro com facilidade

tu sabes.

cassamia disse...

... (não consigo verbalizar o que sinto)

entremares disse...

Sem papas na língua ?
Cem pedras na mão ?
Sem vontade de dormir ?
Cem pesadelos e trovões ?
Sem mais fogo para o braseiro ?
Cem patas
Sem cabeças
Sem sentido
Cem enganos
Cento e um desenganos.

Sem ponto final.

jorge vicente disse...

há cem anos que escrevo
mesmo no corpo de outro.

um grande beijinho, amiga
jorge

Joana Éme. disse...

e nem em cem anos morrerão estas palavras. esta magia, com esta música.

heretico disse...

cem anos ontem. cem anos amanhã. outros.

Salvé, Bandida! Salvé, Mulher.

absolutamente...

paulotpires disse...

"cem" comentários à altura...
beijo

isabel victor disse...

cem anos de solidão ...



:))



iv*

merdinhas disse...

(Há cem anos que não fumo)


... as palavras não são apenas palavras. Têm longas raízes mergulhadas na carne, mergulhadas no sangue, e é doloroso arrancá-las...é H. H que o diz, mais ou menos assim.
É nesses cem anos que mergulhas as tuas. ...

Abssinto disse...

Maravilhoso (e um vago ciumezinho de não ter antecipado este post no meu beco escuro).

100 anos(........)

bj

Abssinto disse...

Maravilhoso (e um vago ciumezinho de não ter antecipado este post no meu beco escuro).

100 anos(........)

bj

via disse...

pois cansa e quando cansa já não vale a pena, apesar de haver qualquer coisa no "não vale a pena" que vale!Boas!

A Rapariga disse...

cem anos é muito tempo, Maria.
o jogo não se compedece, alguém de de ganhar, empatar é raro.
é preciso saber perder, quem tem mau perder, está feito

bj

alice disse...

cem minutos para o nosso encontro! ou talvez menos... até já, maria:) beijo enorme.

tolilo disse...

Para ti
Tia Bandida

Chuac!

observatory disse...

foda-se rapariga

adorei este.




há 100 anos

tudo nos cheirava melhor

nao nos enganavam o faro.



cada vez mais proximo o nosso abraço. C.

pront'habitar disse...

há cem anos sem ti.

senti...

hfm disse...

De Florenca e ainda por mais uns diazinhos so para deixar um abraco.

audrey disse...

os anos ... não são nada...
1, 100 ou mil............
pretos
ou
rubros

sempre.......................

Graça Pires disse...

Há cem anos que dizemos tanta coisa. Há cem anos que mastigamos o silêncio...
Beijos.

Mar Arável disse...

Cem anos de solidão

????

Guinevere disse...

Há muito mais de cem anos que tudo isto é um jogo, com regras bem definidas e muita batota e sacanice.
Há muito mais de cem anos que este jogo (ou há quem diga, o Mundo...) é dos espertos... mas espertos são os burros... mas são este que a quatro patas esmagam quem se recusa a entrar no jogo... mas, nem sempre conseguem.
E, no virar da esquina, h+a mais de cem anos, quem se mantem nas duas patas, de coluna vertebral erguida, acaba por esmagar os espertos burros.

isabel mendes ferreira disse...

e há mais de mil anos que o jogo não compensa...:)

Bom diA R de Bandida de Maria Quintans.


Que te seja rosáceo o passo e o sorriso.

coco disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色