domingo, janeiro 24, 2010




não há outra fé que o obsceno. a arte de aperfeiçoar qualquer coisa falsa acordada em todas as sestas. mais ou menos absurdas.


-------


5 comentários:

poematar disse...

Se aperfeiçoarmos o falso, não poderia, de facto, acontecer algo que não fosse o obsceno.
Uma boa forma de exibir os políticos contemporêneos, tal como eles são - párias. Tudo de bom.

Mar Arável disse...

De novo mais um orçamento do estado

que se repete
perfeitamente absurdo

Haddock disse...

um bocadinho fundamentalista esta profissão... de fé, não??

lá por a "menina" acreditar que a salvação está em exibir os seus predicados ao "inter-cidades" por ter chegado atrasada à estação, não faz nascer um apeadeiro!! (achamos nós...)

hfm disse...

serão absurdas?

heretico disse...

... a arte de aperfeiçoar!

(isso me basta!)

beijo