quarta-feira, outubro 17, 2007









piazzolla. astor. liberdade no som do
tango. que o tango seja astor de pi que não é mais que
azzolla em verso de canto. que canta na margem do tango.
no abraço em forma de areia a escorrer nos olhos a tenda
do sangue a sacudir vertigens. não há pi sem azzolla.
não há tango. não há azul. não há pi. não há som.
não há ondas. o mar está calmo e os corais adormecem no fundo da cor.
e acontecem as mais profundas luzes de antecipar encontros
entre os dedos e o sol.
pi de tango.



.


.

______________________________________

28 comentários:

Anónimo disse...

Pi de Bandidíssima. Desculpe-me, mas não acha que alguém vai morrer com este seu Post/Pi?

É que ambas sabemos que há corações frágeis a bater. Descompassadamente é certo. Às vezes até aleatòria e ardilosamente mas este Pi/Tango é demais.

Até Amanhã.A menina Tanga?

Saudações. de Pataniscas...é muito povo não é?

Mas lá que é brilhante é! O post.

♥≈Nღdir≈♥ disse...

Venho convidar-te a brindar comigo amanhã 18/10... É dia de festa lá no meu cantinho...

., . - . - , _ , .
.) ` - . .> ' `(
/ . . . .`\ . . \
|. . . . . |. . .|
. \ . . . ./ . ./
.. `=(\ /.=`
.... `-;`.-'
......`)( ... ,
....... || _.-'|
........|| \_,/
........|| .*´¨)
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *
*´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` **♥*♥

blue disse...

de volta ao sul pelas voltas de uma concertina, de uma pirueta.

Arion disse...

Meu amor, como é possível que, passado todo este tempo, ainda te recordes da noite em que fizeste em mim desabrochar uma nova galáxia de sentires ao som dessa música dos Gotan Project... Beijo-te ternamente!

Frioleiras disse...

em jovenzita... gostava muito de piazzola... cheguei a vê-lo/ouvi-lo no Coliseu...

intruso disse...

pi...

:)

grande bandida...

beijos

mnemosyne disse...

Gostei da musicalidade das palavras compostas/ notas pautadas em uma linha melódica contínua/ que aumentando o seu ritmo atingem a sua expressão máxima mas sem perderem a suavidade .
Um beijo
:)

C. disse...

Que tanga de piquenas! Parecem carcomidas pelo tempo, acabadas de sair de um guarda-vestidos antigo!!! Pobrezitas!!!! :)))))))))))))))))

Volviendo al sur deste post em pi, regresso ao teu verso impetuoso. sismo de palavras de nível máximo na escala musical com epicentro na sonoridade arrebatada do projecto tango. sintetizando: hilariante, libertador, aliciante, sedutor.

Pi para ti.

Mar Arável disse...

Belo

nas vertigens do azul

Efemerum disse...

Aiiii Piazzolla!!!
Onde tu foste acertar!

...em cheio no meu coração :)

é paixão que o tempo não consome.


beijo imenso por tão bela partilha

Teresa Durães disse...

Pois... sou de ciências exactas. E o Pi (o teclado não tem a sua configuração exacta) é um número demasiado infinito. Prefiro o i, o número imaginário. acompanhado ou não por um excelente tango, claro

as velas ardem ate ao fim disse...

A mim deu me a uma vontade louca de dançar um tango apaixonadamente( o mais dificil é arranjar par...)


bjinho linda B.

isabel victor disse...

A fórmula de pi. no esplendor do círculo ...

infinitamente belo

b*, bandida

de.lírio

# disse...

1+1=... ,14...................



Constantes relaçôes.

Anónimo disse...

"Todo o olhar concentrado na cor dos olhos nas mãos nos caminhos por inventar no teu corpo nu no teu rosto nos teus cabelos na tua pele no perfume exalado p’las palavras que me dizes murmuras ou invento que me dizes e murmuras e sussurras e desejo e escuto em mim no fundo no mais fundo tão profundo que não aflora ao rosto
Loba sou. Fêmea me fez a natureza e assim me quero. Loba sou. Predadora de sonhos e de pelos cabelos viajante. Loba sou. Por ti. Por mim. Por ti em mim. Loba sou selvagem outrora livre prisioneira hoje qual raposa cativa da cativante vontade de te ser cativa. Loba sou. Instinto puro à solta na selva de te pensar. Loba sou. Na vontade de te farejar no desejo de te sentir chegar no vento no tempo.
Loba sou. Loba és. Lobas nos quero.
MTC"

Bandida, ou direi Loba? passeando pelo seu blog à procura de músicas, encontrei este texto ABSOLUTAMENTE DIVINO, e não resisti a trazê-lo de novo à ribalta.
Com os sinceros parabéns ao autor/a de tão apaixonada prosa.
O mar está calmo? Não há azul? Eu ouso dizer que o mar está tempestuoso e o azul bem ao de cima das ondas.
E ainda há quem diga que o amor é coisa que arde sem se ver...? É fogo sim e vê-se.

No entretanto roubei-lhe as músicas que procurava. Bom gosto musical o seu.


Patanisca, hoje Real. Olhe sei lá.

art&tal disse...

PI DE PIM?

PI DE ESPINHO

PICA

ESTE PICA MESMO

PICA PINGA...

CATITA

PS: TADINHAS DAS PERNAS DAS DESGRAÇADAS

Anónimo disse...

PI...Zzicato!
A r c o...
ZZ...iguezague;
O Altitudo!
LL a t i n o. TANGO.
A m o r Omnia Vincit.

Cris!

Luís Galego disse...

galeria deliciosa...

velha gaiteira disse...

Bandida, cheguei ao seu blog ao procurar no google uma foto do meu querido Carlos do Carmo.
Fiquei encantada, eu que tanto gosto de tangos.
Parabéns.

St. J. disse...

seja o que for, ser�




gosto de ti e sabes disso


abra�o

Ana Paula disse...

Nem quero imaginar o que seria de nós sem tango, sem Gotan Project, sem Piazzolla! :)

Descansei neste mar calmo... :)
Beijinhos!

santiago disse...

todos os sentidos...

:)

art&tal disse...

e se um dia eu encarnar em cello

eu tocarei aqui

para te espantar as ditas

inominável disse...

eu adoro este CD dos Gotan project... Bandida, deixas-me sempre encavacada... um dia destes deixo lá no meu brugo uma das minhas canções favoritas de sempre: e será em francês...

e adoro todo o CD Libertango... é o meu fetishe piazzoliano...

Cometa 2000 disse...

belíssimo post.

piazzola continua a ser um lugar de encontro.

de silêncio na música.

Haddock disse...

excelente!!! mesmo.
imagem e letra do tango...

hfm disse...

Aqui nao tenho o tango mas tenho todo o salero de Barcelona e da sua vida.

Letras de Babel disse...

quem já gostava de tango e quem nem por isso...
dançam e sentem juntos, aqui.


[Gotan Project - fenomenal!]



beijos